Cerro de Sant'ana

20º Dia: Salinas é aqui?!?

Vigésimo dia de viagem! Depois do café da manhã reforçado (temos que aproveitar quando encontramos um buffet!), saímos para dar um passeio pelo “calçadão” na beira do rio. Aqui chamam de “malécon“. Aproveitamos para tirar algumas fotos dentro de navio da marinha.

Depois subimos o Cerro Sant’ana. São 444 degraus do pé do monte até o farol. Antigamente era uma favela, mas agora fizeram um trabalho de revitalização e há policiais por toda a parte. O interessante é que começamos a subida por um lugar diferente. Quando cruzamos pelo primeiro policial, sem muita conversa ou explicação, ele já nos disse para seguir pelo outro caminho. No “caminho turístico” encontramos muitas lojinhas de artesanato e comida.

Cerro de Sant'ana
Cerro de Sant’ana
Do alto do Cerro de Sant'ana
Do alto do Cerro de Sant’ana

Chegamos no alto do farol, algumas fotos de Guayaquil (nada muito diferente) e descemos novamente. Pode-se ver o topo do Cerro de Sant’ana, com o farol e a capela, na foto abaixo:

Cerro de Sant'ana
Cerro de Sant’ana
Iguanas no caminho de retorno do Cerro de Sant'ana
Iguanas no caminho de retorno do Cerro de Sant’ana

Terminado o passeio, pegamos o caminho para a praia. Queríamos muito conhecer a famosa Salinas. Esperávamos uma cidade grande, bem desenvolvida. Mas ainda está longe disso. Arranjamos o melhor hotelzinho que conseguimos e pronto.

À noite, saímos para comer pizza. Para nossa surpresa, acabamos parando em uma pizzaria de uruguaios. Comer pizza uruguaia no Equador não pode dar muito certo. Para quem não sabe, no Uruguai as pizzas são cortadas em retângulos. Massa grossa, um pouco de molho, queijo e tomate. Ok, a pizza brasileira não tem igual.

Voltamos ao hotel e agora vamos descansar…

DADOS – 20º DIA
Saída: Guayaquil – Ecuador
Chegada: Salinas – Ecuador
Distância percorrida: 164km
Pedágios: $0,25
Combustível: $ 18,00
Hospedagem: $40,00
Refeições: $20,10
$ = Dólares